Devaneios

É golpe: não desperte o que não pode cumprir

Não prometa o que sabe que não irá cumprir. O RG pode marcar 30 anos, mas a expectativa no coração é de uma menina de três anos. Se você diz que iremos sair para comer sushi no domingo, saiba que no sábado comprarei a roupa mais bonita da cidade para estar ao seu lado. O problema é que quando chega o dia do encontro e você some. Às vezes as desculpas aparecem dias depois e, às vezes, elas se perdem pelo caminho e nunca chegam. É cruel, sabe?

Se não tem a intenção, por que diz? Você também não tem mais 13 anos. As pessoas não são seus bonecos Max Steel e você não pode controla-las quando bem entender. Não é OK procurar apenas quando tem interesse carnal e fingir que existe outra intenção por trás ao dar uma escova de dentes para a pessoa, dormir de conchinha toda semana e assistir seriado juntos aos domingos.

Não é OK esperar atitudes de uma namorada e se comportar como ficante ao ignorar as mensagens e/ou responde-las quando bem entender…dias depois. Não é OK ignorar o esforço da outra pessoa em entender as seis temporadas do seu seriado preferido para depois, quando você quer, dizer ‘eu te namoraria’. Ou então prometer um texto de aniversário para ela e, simplesmente, esquecer e se fingir de morto, quando ela não só te traduziu em letras e palavras, mas te brindou com vinho.

Fingir de morto é sua especialidade há tempos. Eu deveria ter me tocado disso quando você me convidou para uma viagem romântica para o litoral Sul e levou outra no meu lugar. Simplesmente esqueceu do nosso combinado e não me deu meia satisfação.

Se você está perdido com os seus pensamentos, sentimentos e atitudes, seja sincero, mas não carregue as outras pessoas para a sua confusão mental. Você acaba se tornando uma arma letal e machucando todos que estão a sua volta. Já que você não é capaz de fazer isso, eu sou. Cansei do nosso 8 ou 80. Cansei de voo turbulento. Quero voo de cruzeiro para a minha vida e entendi que você não pode me proporcionar isso. Não vou mais brincar de casinha contigo quando bate a sua carência. Adeus!

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.